sábado, 5 de setembro de 2015

Velhos tempos

  Há locais que nos fazem sentir que viajámos para outra época, por vezes não muito distante, mas tão distinta da era tecnológica que vivemos agora que nos dá a sensação de estar  respirar uma golfada de ar fresco repleto de história. Este local é um deles, preserva dentro de si algumas das peças mais importantes ao desenvolvimento da indústria de conservas da região de Setúbal. Tem o nome de museu do trabalho por preservar os vestígios de uma mão de obra tão nossa e tradicional.
  Para além da exposição dedicada à produção de conservas, estava a decorrer também uma exibição de trabalhos, entre os quais figuras e quadros, inspirados nas obras de Hans Christian Anderson,tais como "A princesa e a ervilha", "A sereiazinha", entre outras bastante famosas.




























Sem comentários:

Enviar um comentário